Inicio / Lectio Divina del día - Whatsapp Cristonautas / Evangelio del día – Lectio Divina Juan 11, 32-45

Evangelio del día – Lectio Divina Juan 11, 32-45

Lectio Divina por Daniely Barbosa do Brasil

Hola amigos!!!
Envio la lectio divina para el dia de hoy (en portugues) desde Brasil.

LEITURA ORANTE, 02 de Novembro de 2016
“E AS VIDAS FICAM DIFERENTES…”
“Esta é a vontade daquele que me enviou: que eu nada perca daquilo que me deu, mas que o ressuscite no último dia” (Jo 6,39)

Oração Inicial
Espírito de verdade, a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Bendita seja a luz do dia, bendito seja Quem tudo cria,
bendito seja o fruto sagrado da sempre puríssima Virgem Maria.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós. Amém.

1- Leitura
– O que diz o texto do dia? Jo 11,32-45
Então Maria foi para o lugar onde estava Jesus. Vendo-o, ajoelhou-se a seus pés e disse: «Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.» Jesus viu que Maria e os judeus que iam com ela estavam chorando. Então ele se conteve e ficou comovido. E disse: «Onde vocês colocaram Lázaro?» Disseram: «Senhor, vem e vê.» Jesus começou a chorar. Então os judeus disseram: «Vejam como ele o amava!» Alguns deles, porém, comentaram: «Um que abriu os olhos do cego, não poderia ter impedido que esse homem morresse?»
Jesus, contendo-se de novo, chegou ao túmulo. Era uma gruta, fechada com uma pedra. Jesus falou: «Tirem a pedra.» Marta, irmã do falecido, disse: «Senhor, já está cheirando mal. Faz quatro dias.» Jesus disse: «Eu não lhe disse que, se você acreditar, verá a glória de Deus?» Então tiraram a pedra. Jesus levantou os olhos para o alto e disse: «Pai, eu te dou graças porque me ouviste. Eu sei que sempre me ouves. Mas eu falo por causa das pessoas que me rodeiam, para que acreditem que tu me enviaste.» Dizendo isso, gritou bem forte: «Lázaro, saia para fora!» O morto saiu. Tinha os braços e as pernas amarrados com panos e o rosto coberto com um sudário. Jesus disse aos presentes: «Desamarrem e deixem que ele ande.»
Então muitos judeus, que tinham ido à casa de Maria e que viram o que Jesus fez, acreditaram nele.

Refletindo…
Lázaro não ressuscita glorioso para viver sempre. Apenas volta a esta vida por chamado de Jesus. Sua ressurreição prefigura a de Jesus, através de alguns elementos: panos, sepulcro, três dias. O milagre tem também dois objetivos: para que o povo creia na missão de Jesus e para a glória de Deus. Demonstra também o afeto de Jesus por seus amigos: “Jesus tinha muito amor a Marta, à sua irmã Maria e a Lázaro”. E ainda, a comoção humana de Jesus diante da morte. O texto diz: “Jesus derramou lágrimas”.

2- Meditação
O que o texto diz para mim, hoje?
Jesus Cristo é o Deus da vida e que, ao mesmo tempo, se sensibiliza com a dor humana.
“Na história do amor trinitário, Jesus de Nazaré, homem como nós e Deus conosco, morto e ressuscitado, nos é dado como Caminho, Verdade e Vida. No encontro de fé com o inaudito realismo de sua Encarnação, podemos ouvir, ver com nossos olhos, contemplar e tocar com nossas mãos a Palavra de vida (cf. 1 Jo 1,1), experimentamos que “o próprio Deus vai atrás da ovelha perdida, a humanidade doente e extraviada. Quando em suas parábolas Jesus fala do pastor que vai atrás da ovelha desgarrada, da mulher que procura a dracma, do pai que sai ao encontro de seu filho pródigo e o abraça, não se trata só de meras palavras, mas da explicação de seu próprio ser e agir”. Esta prova definitiva de amor tem o caráter de um esvaziamento radical (kenosis), porque Cristo “se humilhou a si mesmo fazendo-se obediente até a morte e morte de cruz” (Fl 2,8). ” (DAp 242).

3- Oração
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezemos com Santo Agostinho: A morte não é nada.

A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.
Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.
Me deem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.
Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.
Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.
Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.
Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.
A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?
Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho…
Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.

4- Contemplação
– Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?

Quero hoje viver com o olhar solidário de Jesus e descobrir, motivações de vida nova. Pensarei muito em vários momentos na ressurreição de Jesus e nossa.

5- Ação

A experiência cristã me revela que, como criatura, sou mortal e dotada de liberdade; é por isso que eu me interrogo sobre o sentido da vida; sou capaz de viver a vida como um projeto expansivo e inspirador e que posso transformar a morte no último e supremo ato de meu viver.
Essa abordagem da morte leva a um compromisso maior para com a vida, saboreando a preciosidade de cada momento e o simples prazer de existir.

Vou viver plenamente: esvaziar-me do ego para deixar transparecer o que há de divino em meu interior. O grão de trigo que não morre, apodrece, e não multiplica as mil possibilidades latentes em meu interior.

Aquele(a) que é consciente de ter vivido por alguma causa, de ter levado uma vida plena, pode dar sentido e significado espontâneo ao último ato de sua existência, a morte.

Acerca de Daniely Barbosa

Ver tambíen

Evangelio del día – Lectio Divina Juan 15, 18-21

Lectio Divina Jorge Alberto Ortiz – Colombia 🇨🇴 0. Invocación al Espíritu Santo 🕊 Veni …

0 0 Votos
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
0
Nos gustarían tus opiniones, por favor comenta.x
()
x
× WhatsApp / Cristonaut@s - Clic aquí